Rio Branco Acessível

Nome do Responsável

Rodrigo de Oliveira Silva

Cargo

Assessor Administrativo

Setor

Diretoria de Tecnologia da Informação

Público Alvo

Publico geral

Órgãos Envolvidos

Diretoria de Tecnologia da Informação

Abrangência

Município de Rio Branco

Objetivo, Indicadores e Metas

Objetivo Estratégico

Atuar na defesa e proteção integral da criança e do adolescente

Objetivo do Projeto

Assegurar o respeito à acessibilidade para pessoas com deficiência.

Indicadores

Fiscalização e índice de estruturas em desacordo com a norma estabelecida.

Metas

Com a fiscalização constante da população, a principal meta é aumentar o nível de acessibilidade para o cidadão deficiente.

Duração

Data Inicial

23/11/2016

Previsão do Término

19/03/2017

Informações do Projeto

Tema

Criança e Adolescente: Prioridade Absoluta

Categoria

Pessoas, comunicação, tecnologia da informação, infraestrutura e recursos

Ementa

É um aplicativo no qual permite que qualquer cidadão reporte falhas de acessibilidade em locais públicos ou privados, os cidadãos poderão enviar fotos e textos descrevendo os problemas encontrados que ficarão disponíveis para que qualquer pessoa visualize. Tem como objetivo incentivar que os gestores e proprietários se atentem aos critérios de acessibilidade.

Justificativa

Fornecer uma ferramenta ao cidadão para auxiliar na fiscalização de acessibilidade na cidade de Rio Branco/AC, em consonância com o que dita a portaria Nº 11/2016.

Descrição do Trabalho

Descrição

O projeto do aplicativo Cidade Acessícel - Cidadão foi elaborado pela equipe de analistas de sistemas da Diretoria de Tecnologia da Informação do Ministério Público do Estado do Acre, seguindo, resumidamente, as seguintes etapas: levantamento de requisitos, análise dos requisitos, desenvolvimento, testes e implantação.

Fatores Internos

Pontos Fortes

Especificação e levantamento de requisitos feito com base em normas jurídicas; Formação de uma fonte de dados detalhada;

Pontos Fracos

Equipe reduzida para fornecer o suporte necessário e falta de capacitação através de cursos na área de desenvolvimento mobile, que foi o foco do projeto.

Fatores Externos

Oportunidades

Fomentar a participação da população na fiscalização da acessibilidade; Maior celeridade e facilidade na fiscalização; Disponibilização da base de dados para órgãos interessados.

Ameaças

Usuário não responder ao questionário corretamente ou de forma incompleta; Descontinuidade de uma tecnologia aplicada na solução.

Estimaticas de Recursos

Recursos Próprios
R$ 0.00
Convêncios e/ou Operações de Crédito
R$ 0.00
Outras Fontes
R$ 0.00

Formas de Comunicação do Projeto

Formas

Site Institucional e periódicos

Resultados Alcançados

Resultados

Aplicativo em fase de testes

Status

Concluído

Premiação

Projeto Inscrito no Prêmio MPAC

Não

Projeto foi premiado?

Nenhum

Detalhe Premiação

Cronograma (Anexos)

Nenhum anexo encontrado