Responsável: Tito Franco de Oliveira Lima Neto

Orgãos envolvidos: Procuradoria-Geral de Justiça, Diretoria de tecnologia da informação, Diretoria de Finanças, Diretoria de Gestão de Pessoas, Diretoria de Planejamento, Diretoria de Administração e Diretoria de Controle Interno

Inscrito no prêmio MPAC: Não


Ementa

Implantar, realizar suporte e customizar o Sistema de Gestão Administrativa, classificado como ERP com nomenclatura própria adotada pelo Ministério Público do Estado do Acre – e-MPAC.

Responsável: Rodrigo de Oliveira Silva

Orgãos envolvidos: Diretoria de Tecnologia da Informação, Diretoria de Gestão com Pessoas e Diretoria de Administração.

Inscrito no prêmio MPAC: Não


Ementa

Desenvolvimento do Software Quimera que visa fornecer um controle efetivo, e integrado à Intranet, da jornada de trabalho dos servidores, em regime de plantão ou expediente normal, conforme o Ato PGJ 001/2013.

Responsável: Rodrigo de Oliveira Silva

Orgãos envolvidos: Diretoria de tecnologia da informação e Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional

Inscrito no prêmio MPAC: Não


Ementa

Prover cursos online para capacitação de membros e servidores do Ministério Público.

Responsável: Patrícia de Amorim Rêgo

Orgãos envolvidos: 1 - Centro de Atendimento à Vítima do MPAC – CAV; 2 - Centro de Atendimento ao Cidadão – CAC; 3 - Núcleo de Apoio e Atendimento Psicossocial – NATERA; 4 - Núcleo de Atendimento Psicossocial de Mulher Vítima de Violência Doméstica e Familiar da 13ª Promotoria de Justiça Criminal; 5 - Ouvidoria Geral do MPAC; 6 - Diretoria de Tecnologia da Informação; 7 - Diretoria de Planejamento e Gestão Estratégica; 8 - Centro de Apoio Operacional de Procuradorias e Promotorias de Justiça Criminais.

Inscrito no prêmio MPAC: Sim


Ementa

Desenvolvimento, com equipe de analistas do MPAC, de software de controle, gestão e produção de conhecimento dos atendimentos às vítimas de crimes e violação de direitos, voltado para a atuação integrada dos órgãos auxiliares (Centro de Atendimento ao Cidadão - CAC, Centro de Atendimento à Vítima – CAV, Núcleo de Apoio e Atendimento Psicossocial NATERA, Núcleo de Atendimento à Mulher Vítima de Violência Doméstica e Familiar da 13ª Promotoria de Justiça Criminal, Núcleo de Apoio Técnico Especializado – NAT, Ouvidoria Geral do MPAC e Centros de Apoio Operacional – CAOPs), contendo cadastro de identificação, caracterização dos envolvidos, caracterização e histórico da violência sofrida, fichas de acompanhamento evolutivo do atendimento, indicado o profissional, setor e ações de resolutividade, até a efetiva reparação do dano. O sistema, além de permitir o registro, acompanhamento e controle, gera relatórios com dados e informações de criminologia e vitimologia, as quais permitem acumular conhecimentos capazes de subsidiar estudos, estratégias e ações preventivas e repressivas de enfrentamento à criminalidade em territórios de alta vulnerabilidade e atingir públicos focais.