Responsável: Marcela Cristina Ozório, Bernardo Fiterman Albano e Adriano Sales Santos

Orgãos envolvidos: Núcleo de Apoio Técnico do MPAC

Inscrito no prêmio MPAC: Não


Ementa

O sistema SGED tem como principal objetivo “diminuir a distância” entre o NAT e os usuários dos seus serviços, de forma a prover aos membros solicitantes um meio fácil e eficiente de apresentar suas necessidades à coordenação do NAT. Objetiva permitir com que o membro solicitante acompanhe a evolução dos seus pedidos de apoio junto aos setores técnicos, adicionar novas informações no decorrer da análise e obter resposta às suas solicitações. O sistema permite que os pedidos sejam feitos de modo simples, sem burocracia, apenas com o uso da internet.

Responsável: Marcela Cristina Ozório e Bernardo Fiterman Albano

Orgãos envolvidos: - GAECO - NAT - Polícia Civil - Polícia Militar - Secretaria de Estado de Segurança Pública - IAPEN - Tribunal de Justiça

Inscrito no prêmio MPAC: Sim


Ementa

A ação “Narco: Combate ao crime organizado e as rebeliões em presídios no Acre”, teve como objetivo desarticular o braço das organizações criminosas, por meio de operações integradas com as polícias civil e militar do Acre, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Receita Federal, Tribunal de Contas do Estado, precedidas de rigoroso serviço de análise criminal, inteligência, investigação e identificação de alvos, bem como fiscalizações regulares em presídios, visando controlar as disputas entre as facções criminosas “Comando Vermelho”, “Primeiro Comando da Capital (PCC)” e “Bonde dos 13” e os consequentes crimes de homicídios dolosos tentado e consumado no Acre. O Ministério Público articulou e desencadeou 10 operações, que resultaram em 460 pessoas denunciadas, 502 mandados de prisão, 86 presos transferidos para presídios para presídios federais, 59 presos em regime disciplinar diferenciado e bens apreendidos no valor de R$2.500.000,00 (dois milhões e quinhentos mil reais).

Responsável: Marcela Cristina Ozório,Bernardo Fiterman Albano, Danilo Lovisaro do Nascimento, Adriano Sales Santos e Aldo Colombo Júnior

Orgãos envolvidos: MPAC e instituições parceiras

Inscrito no prêmio MPAC: Sim


Ementa

O RETINA é uma ferramenta gerenciadora de conteúdo e sua dinâmica se desenvolve a partir do armazenamento de dados/informações relacionados às organizações criminosas (ORCRIMS) e a seus integrantes aqui denominados “Observados”. A ferramenta possibilita aos usuários (observadores) a geração de análises de correlação e de vínculo entre pessoas, entre fatos e entre pessoas e fatos.Suas funcionalidades principais estão relacionadas às consultas por variáveis que constituem o banco de dados, assim como à geração de relatórios descritivos/analíticos e a relatórios gerências gerados conforme à necessidade dos observadores.

Responsável: Bernardo Fiterman Albano e Marcela Cristina Ozório

Orgãos envolvidos: MPAC

Inscrito no prêmio MPAC: Sim


Ementa

Utilizando técnicas de OSINT – Open Source Intelligence (inteligência de fontes abertas) o Núcleo de Apoio Técnico do MPAC passou a realizar de ofício a busca de informações relacionadas à licitações, contratos e empenhos e, ao identificar possível irregularidade, elabora um relatório inventariando todos os dados captados e o envia ao membro com atribuição investigativa para o caso. O projeto implica em uma postura proativa do núcleo de apoio técnico pois sem esperar prévio pedido de apoio do membro , já realiza pesquisa em fontes abertas buscando a identificação de possíveis irregularidades em licitações e contratos. Através do COAAT já foram identificados contratos com indícios de irregularidades nos valores de R$3.874.400,04 (três milhões oitocentos e setenta e quatro mil quatrocentos reais e quatro centavos).